Jacuizinho

.: Dados Gerais

População estimada [2018]: 2.679 pessoas

População em 2010: 2.507

Area da unidade territorial (hab/Km²): 338,535

Densidade demográfica (hab/Km²): 7,41

Gentílico: jacuizinhense

Distância de Porto Alegre (Km): 298

Via de Acesso: BRS-116 BRS-386 BRS-287 ERS-400 RSC-481 VRS-817 ERS-531

Prefeito: Volmir Pedro Capitanio

Endereço da prefeitura: Rua Eloi Tatim da Silva, S/N

CEP: 99457000

Telefone: 55-36291087

Fax: 55-33271299

Site: www.jacuizinho.rs.gov.br

Data de Criação: 16/04/1996 Lei 10.757

Horário: 12:30-18:30

 

Histórico do município

A origem do nome Jacuizinho homenageia o rio que atravessa a cidade, por ser uma das belezas naturais da região e também o principal afluente do Rio Jacuí, um dos maiores do estado.

Outra versão aponta o nome como origem indígena, que significa o hibridismo de “Jacú” = ave galinácea + “Y” = rio com o sufixo luso acrescido ao nome guarani.

Jacuizinho, uma história que começou em 1877.

O início da colonização deu-se no ano de 1877, quando fixaram residências as famílias descendentes de açorianos, alemães, espanhóis, italianos e negros, provenientes de localidades vizinhas, como Santa Cruz do Sul, Cruz Alta, Soledade, Cachoeira do Sul e outras.

Esse cenário histórico descortina na Igreja Menino Deus, contruída em 1883. Em seu altar está a imagem do menino Jesus , esculpida em madeira, que foi trazida para a localidade em 1880. Entre outros fatos pitorescos está a história dos ¨Monges Barbudos ¨que na metade do século passado fixaram residência na vila.

Os alemães foram os pioneiros na colonização do povoado, todos os colonizadores vieram buscar um espaço, criando gado e plantando arroz para subsistência das famílias. Muitos chegaram com ?ofícios? definidos e abriram pequenas fábricas, oficina, ferrarias e olarias. As casas construídas com arquitetura germânicas caracterizavam bem o estilo europeu. Em 1890 surgiram às primeiras casas comerciais, como a fábrica de gasosa de Fritz Textor, a água usada era de uma fonte de água natural existente atrás de sua casa. Existente até hoje, dono também de uma pousada ao lado da fábrica de gasosa. A primeira ?Casa Comercial?, conforme relato era de Catulina Kertch onde se vendia de tudo desde alimentos até tecidos. Por volta de 1894 a ?Casa Comercial? de Jacó Kuhn, onde também tinha uma ferraria.

A data de 13 de Janeiro de 1891 registra a criação e instalação do Cartório e Tabelionato Distrital de Jacuizinho.

A partir dessas datas surgiram e marcaram a localidade, sendo o comércio um dos mais movimentados da época, tendo a ?Casa Pinto? de Joaquim Pinto, ?Casa e Sapataria? de Afonso Moser, ?Farmácia de Pedro Lenemann? e ?Farmácia do Solar?, Hotel de Dona Érica Hibner, e um pequeno hospital, para estes fins, chegaram pessoas vindas de Soledade, Julio de Castilhos e de outras localidades, tendo como transporte o lombo de mulas e carretas puxadas a bois, cobertas com capim Santa Fé.

?Um rio e uma ponte; Um povo e uma Vila; Uma Vila, com histórias; E passagens; Passagens de gerações centenárias… Ah! O nome do Rio? Rio Jacuizinho, origem do nome da Vila; … Jacuizinho, afluente do Rio Jacuí…?. Esses versos fazem parte do poema?A Vila e a Cidade? de Cláudia Kellermann, que conta um pouco da história de Jacuizinho, que apesar de ser um dos mais jovens municípios da Rota das Terras, tem mais de 150 anos de história. Emancipado em 1996 e instalado oficialmente em janeiro de 2001, Jacuiznho era, já em 1858, distrito de Passo Fundo, depois de Soledade, Espumoso e Salto do Jacuí.

Formação Administrativa

Em lei Municipal de Espumoso – nr. 35 de 13-12-1955 é criado o distrito de Jacuizinho.

Em lei Municipal de Espumoso – nr. 36 de 13-12-1955 é criada a 2a. Zona do distrito de Jacuizinho.

Em Lei Municipal de Espumoso ? nr. 1.059 de 16-10-1979 alterou a Lei nr. 35/55 que criou o Distrito de Jacuizinho, 4 distrito de Espumoso, retificando as divisas distritais

A Criação do Município de Jacuizinho deu-se em 16 de abril de 1996, pela Lei Estadual nº 10.757, instalado em 01 de janeiro de 2001.

Atualmente o Município conta com apenas um Distrito, Jacuizinho, assim permanecendo até 2007.

Fonte: IBGE e site de Jacuizinho.

Autor do Histórico: CLAYTON COSTA DA SILVA